• Radio Catedral

Rádio Catedral entrevista os candidatos à Prefeitura de Juiz de Fora


A Rádio Catedral, nas duas edições do jornal Catedral Notícia 1 e 2, realizou uma série de entrevistas com os dois candidatos à Prefeitura de Juiz de Fora, Margarida Salomão, do PT, e Wilson Rezato, do PSB. O segundo turno da disputa acontece no próximo domingo, dia 29 de Novembro.


Os dois candidatos receberam cinco perguntas elaboradas pelo jornalismo da Catedral FM e tiveram um minuto e meio para responder a cada uma delas.


Margarida Salomão, tem 70 anos e é professora. Deputada Federal desde 2013, está em seu terceiro mandato, tendo sido eleita como suplente e depois reeleita em 2014 e 2018. Foi reitora da UFJF, a Universidade Federal de Juiz de Fora, por dois mandatos consecutivos, entre 1998 e 2006. É a quarta vez que a candidata participa do pleito municipal, concorrendo à vaga de Prefeita.


Wilson Rezende Franco tem 59 anos, é Engenheiro Civil e empresário do setor de Construção Civil. É casado, pai de quatro filhas e avô de uma neta. Nunca se elegeu para nenhum cargo público. É a segunda vez que o candidato participa do pleito municipal, concorrendo à vaga de Prefeito.


Candidatos, de todas as dificuldades que a cidade passa, qual é hoje o principal problema de Juiz de Fora e como resolver?


Margarida:

Wilson:


Se eleito, como será sua atuação em relação à Pandemia da Covid-19?


Margarida:

Wilson:

Candidatos, o que difere a sua proposta para Juiz de Fora da proposta adversárias?


Margarida:

Wilson:

Como as suas candidaturas pretendem dialogar com as outras esferas de governo, Estadual e Federal?


Margarida:

Wilson:

Como seu governo vai se relacionar com as entidades religiosas da cidade, em especial as paróquias?


Margarida:

Wilson:

A Rádio Catedral agradece aos candidatos Margarida Salomão e Wilson Rezato pela entrevista.


O segundo turno das eleições acontece no domingo, dia 29, de 7h às 17h. A Justiça Eleitoral recomenda que o horário das 7h às 10h seja destinado às pessoas com mais de 60 anos para evitar aglomerações.


Para o dia da votação é preciso apresentar documento de identidade oficial com foto. O título de eleitor não é obrigatório, mas nele está indicado o local da zona e da seção eleitoral. É possível votar também com o aplicativo e-Título, desde que já tenha realizado a biometria. Para conferir as informações sobre endereço e local de votação, além do aplicativo, o cidadão pode consultar o site do TSE.

0 comentário