• Radio Catedral

Prefeitura realiza força-tarefa em dez bairros contra o mosquito da Dengue


Foto: Divulgação/PJF

Dez bairros de Juiz de Fora estão no radar da Sala de Operações da Dengue da Prefeitura de Juiz de Fora e vão receber força-tarefa para eliminar focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e chikungunya. Os mutirões vão ser realizados nos dias 15, 16, 17 e 22 de abril, quando agentes de combate a endemias e fiscais de posturas vão vistoriar 221 quarteirões.

Segundo a Secretária de Saúde, além de fazer uma busca ativa de focos do Aedes, os profissionais vão realizar um levantamento dos problemas referentes à transmissão de arboviroses de cada bairro vistoriado, criando um “mapa falante”.

O documento vai diagnosticar todos os problemas que precisam ser resolvidos nestas localidades, como bueiros entupidos, terrenos sujos que possam gerar criadouros do mosquito, entulho e veículos abandonados em vias públicas, entre outros problemas. Tudo isso vai ser mapeado e enviado para a Sala de Operações da Dengue tomar as devidas providências.

A primeira ação acontece na próxima segunda-feira, dia 15, nos bairros Santo Antônio e Alto Santo Antônio. Entre 7h e 14h, 70 agentes, além de fiscais de posturas, vão vistoriar 59 quarteirões nesta região. A Secretaria de Saúde solicita o apoio dos moradores na abertura de suas residências para que os profissionais possam realizar o trabalho de tratamento focal. Eles estarão identificados com crachás.

Na terça-feira, dia 16, também entre 7h e 14h, 60 quarteirões dos bairros Santa Luzia, Jardim de Alá e Jardim América serão os alvos. Na quarta-feira, dia 17, Nova Benfica e Ponte Preta vão estar na rota dos agentes, que vão percorrer 51 quarteirões.

Já no dia 22 de abril, entre 7h e 11h e de 13h às 17h, a força-tarefa vai estar em 51 quarteirões localizados em São Mateus, parte de Dom Bosco e Paineiras. Um dia após cada força-tarefa, agentes retornarão aos locais para aplicar inseticida a Ultra Baixo Volume, utilizado para controle do vetor Aedes aegypti.

A Sala de Operações da Dengue é um “braço operacional” que avalia as denúncias efetuadas no “Disque Dengue”, através do número 199, ou pelo aplicativo Colab, e realiza a distribuição do trabalho. O plano extrapola a divisão de secretarias. É ação conjunta e integrada, que tem como objetivo aproveitar as funcionalidades de cada pasta para o controle vetorial.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .