• Radio Catedral

Possível caso de coronavirus em Juiz de Fora segue em análise

Por Giovane Rezende


Foto: Imagem da Internet

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) informou, por meio de nota, que o caso da paciente internada no Hospital Doutor João Penido, em Juiz de Fora, ainda não foi notificado como suspeito para coronavírus.


Ainda de acordo com o texto, estão sendo apuradas informações para que sejam analisadas pelo Ministério da Saúde, que possui critérios para confirmar ou não casos suspeitos. Por precaução, estão sendo tomadas todas as providências previstas no protocolo clínico do novo coronavírus, com o fornecimento de máscara e o isolamento do paciente. Além disso, os profissionais passaram a utilizar acessórios de proteção descartáveis.


A mulher de 51 anos, que não teve o nome confirmado, deu entrada nesta quarta-feira (26) no o Hospital Doutor Geraldo Mozart Teixeira (HPS) com possíveis sintomas de Covid-19, doença causada pelo coronavírus. Segundo informações da Secretaria de Saúde, a paciente apresentou febre, dor de garganta e secreção clara.


Em nota, a pasta afirmou que a paciente chegou recentemente da Itália, porém, não foi divulgada a região do país europeu em que a mulher esteve. A paciente de Juiz de Fora foi encaminhada ao Hospital Regional Doutor João Penido, centro de referência para o caso.

Também por meio de nota, o Cisdeste, responsável pela gestão do SAMU, informou que foi acionado na tarde de quarta-feira para realizar a transferência de um paciente do HPS para o Hospital João Penido, com suspeita de contaminação por Coronavírus. Assim que chegou ao local e seguindo protocolo do ministério da saúde, a equipe que estava devidamente paramentada realizou o transporte do paciente até o destino.


Ainda de acordo com o consórcio, o possível vazamento de quaisquer informações de prontuários médicos dos atendimentos não está em consonância com as legislações específicas dos Conselhos de Medicina e de Enfermagem, assim como o regimento interno do SAMU 192 CISDESTE que veda a distribuição/veiculação ou compartilhamento de fotos, filmagens, ou quaisquer outros tipos de informações das ocorrências. Possíveis desvios serão apurados.


Após a divulgação do caso suspeito do novo coronavírus em Juiz de Fora, o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, determinou algumas medidas de precaução durante Missas e Celebrações. Clique aqui e saiba mais.


Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .