• Radio Catedral

"Penso que o mundo aprenderá muito" - Dom Gil fala sobre a Páscoa

Atualizado: Abr 11

Por Fabíola Castro


*Imagem: Pixabay


Depois de iniciar o Tríduo Pascal com a celebração da Quinta-feira Santa - memória da Última Ceia de Jesus com os seus discípulos, na qual se revive a Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio Ministerial, e ainda, a cerimônia do Lava-Pés -, celebramos a Sexta-feira Santa.


A data recorda a Paixão e Morte de Jesus Cristo, dia é marcado pelo silêncio, pelo jejum e pela oração, mas não há missas. Às 15h, é celebrada a principal cerimônia do dia, uma ação litúrgica constituída de quatro partes: leitura da Paixão, Oração Universal, Adoração da Santa Cruz e distribuição da Comunhão Eucarística. Este ano deve ser omitido o tradicional “beijo na Cruz” e incluída, nas orações, a pedido do Papa Francisco, uma prece pelos que padecem a pandemia da Covid-19.


À noite, as tradicionais encenações da Sexta-feira da Paixão não acontecerão. Em Juiz de Fora, na Catedral, haverá às 13h30, o Sermão das Sete Palavras, feito pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira. Já às 15h, acontecerá a Ação Litúrgica também presidida pelo Arcebispo. As celebrações continuam sendo privadas e os fiéis devem acompanhar de casa pela Rádio Catedral ou pelo Facebook e YouTube “A Voz Católica”.


O Sábado Santo começando ainda como um dia de silêncio e oração, tem como principal celebração a Vigília Pascal. Com essa cerimônia, a Igreja mantém-se à espera da Ressurreição de Cristo.


Neste dia, a Missa é iniciada com a bênção do “Fogo Novo”, com o qual é aceso o Círio Pascal. Na liturgia, Cristo é a luz que veio limpar o mundo do pecado, da desesperança e do ódio. Há ainda a Proclamação da Páscoa, a Renovação das Promessas Batismais e, por fim, a Eucaristia.


A indicação do Arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, é que, durante o Tríduo Pascal, o tecido roxo que orna a cruz ou crucifixo nas casas, seja substituído pelo vermelho, que permanecerá até antes da Vigília Pascal, quando deverá dar lugar a um pano branco.


Já no domingo celebraremos a Páscoa. É o dia santo mais importante para os cristãos. Depois de morrer crucificado, o corpo de Jesus foi sepultado, ali permaneceu até a ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. Reunimo-nos como povo de Deus para celebrarmos a Ressurreição de Jesus Cristo, Sua vitória sobre a morte e Sua passagem transformadora em nossa vida.


Dom Gil Antônio Moreira destaca que Jesus nos abre a eternidade e fala da mensagem principal da Páscoa.



Páscoa, explica Dom Gil, significa passagem.



O Pastor da Igreja Particular de Juiz de Fora, deseja uma páscoa serena e verdadeira, mesmo em meio a tantas dificuldades.


Apesar do momento difícil, Dom Gil ressalta a solidariedade que não cessa e o aprendizado que ficará.


Neste Sábado Santo (11), às 19h, o Arcebispo Dom Gil Antônio Moreira, presidirá a Vigília Pascal, direto da Catedral de Juiz de Fora, com transmissão, ao vivo, pela Rádio Catedral. Já a Missa de Páscoa, será no domingo (12) às 10h, também com transmissão ao vivo pela Rádio.


Clique aqui e confira outras transmissões em Paróquias de Juiz de Fora e do interior da Arquidiocese nesta Sexta-feira da Paixão e Sábado Santo, e aqui para outras celebrações do Domingo de Páscoa.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .