top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Parlamento Jovem e Câmara Mirim iniciam trabalhos de 2023 em Juiz de Fora

Por Fabíola Castro

*Foto: Câmara JF.

O Parlamento Jovem (PJ) de 2023, iniciativa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) da qual a Câmara Municipal de Juiz de Fora (CMJF) faz parte, começou o ano com reuniões, realizadas na última e nesta semana. As atividades com os estudantes estão previstas para iniciar ainda neste mês. Além do Parlamento Jovem, o Legislativo juiz-forano realiza ainda o projeto Câmara Mirim que já se reúne também para traçar as atividades com as escolas.


Durante as reuniões, as escolas recebem orientações sobre o cronograma previsto para este ano, e os requisitos necessários para integrarem o grupo em 2023.


O sociólogo Sérgio Dutra, servidor que coordena o programa, explica o que são os dois projetos.


De acordo com Sérgio Dutra, os dois programas trabalham com jovens sobre educação política e cidadania e com aqueles que ainda não tem direito ao voto no país.


Além disso, conforme Sérgio Dutra, os programas objetivam trazer mais conhecimento político aos jovens participantes.


Segundo Sérgio Dutra a participação dos jovens no Parlamento Jovem e na Câmara Mirim se dá por meio das escolas inscritas não havendo participação individual.


Além de Juiz de Fora, o Parlamento Jovem reúne jovens de todo o estado para discutirem políticas públicas voltadas para essa faixa etária, guiados por um tema. Neste ano, os jovens do Ensino Médio vão discutir “Jovem e mercado de trabalho”, tema escolhido na edição anterior pelos próprios participantes.


Juiz de Fora coordena o polo Zona da Mata II, que debate regionalmente o assunto para levá-lo à discussão estadual no fim do ano. O grupo de cidades conta também com Guarani, Descoberto, São João Nepomuceno, Lima Duarte e as estreantes Goianá e Astolfo Dutra.

17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page