top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Paróquia Santa Luzia prepara a festa da protetora dos olhos com a realização de Trezena

Por Fabíola Castro

Santa Luzia | Foto: Facebook Paróquia Santa Luzia Juiz de Fora - MG.

No dia 13 de dezembro a Igreja celebra Santa Luzia. Segundo a tradição, ela teria arrancado os próprios olhos, entregando-os a seu carrasco, preferindo isso a renegar a fé em Cristo. Por isso, é considerada a protetora dos olhos.


Em Juiz de Fora, a Paróquia dedicada a Santa Luzia prepara a sua festa realizando uma Trezena de orações que irá até o dia 12 de dezembro, como comenta o pároco, Padre Fabiano Santos, FAM.


Durante a semana a Trezena acontece às 7h, com Missa no Santuário e às 19h, Missa na Matriz. Neste sábado, dia 3, haverá às 18h, a Missa na Matriz e às 19h30, Louvor com o Ministério de Música Art e Louvor também na Matriz.


Já no domingo, dia 4, acontece às 8h30, Missa no Santuário, às 15h, Tarde com as crianças na Matriz e às 19h30, Missa na Matriz, que fica na Rua Ingrácia Pinheiro, 160. O Santuário está localizado na Rua Ibitiguaia, 440 – ambos no bairro Santa Luzia.


Confira a programação completa:


Paróquia Santa Luzia – Bairro Santa Luzia


De 30 de novembro a 11 de dezembro – Trezena 7h – Missa no Santuário 19h – Missa na Matriz *Exceto nos finais de semana.


Dia 3 de dezembro – Sábado 8h – Missa no Santuário 18h – Missa na Matriz 19h30 – Louvor na Matriz com Art e Louvor


Dia 4 de dezembro – Domingo 8h30 – Missa no Santuário 15h – Tarde com as crianças na Matriz 19h30 – Missa na Matriz


Dia 10 de dezembro – Sábado 8h – Missa no Santuário 18h – Missa na Matriz 19h30 – Cristoteca com Ministério Exaltai na Matriz


Dia 11 de dezembro – Domingo 8h30 – Missa no Santuário 18h – Procissão saindo do Santuário 19h – Missa na Matriz


Dia 13 de dezembro – Terça-feira – Dia de Santa Luzia 5h30, 7h, 8h30, 10h, 11h30, 15h, 16h30, 18h e 19h30 – Missas na Matriz



Outras comunidades da Arquidiocese que também celebram Santa Luzia*:


Centro Comunitário Santa Luzia – Bicas/MG (pertencente à Paróquia São José) *O centro comunitário fica na Rua Padre Geraldo Lara, s/nº – Bairro Santa Luzia


Dia 13 de dezembro – Terça-feira – Dia de Santa Luzia 19h – Missa festiva com distribuição do óleo de Santa Luzia


Comunidade Santa Luzia – Mar de Espanha/MG (pertencente à Paróquia Nossa Senhora da Mercês)


Dia 10 de dezembro – Sábado 18h – Missa


Dia 11 de dezembro – Domingo 12h – Almoço no Salão Santa Luzia


Dia 12 de dezembro – Segunda-feira 19h – Missa pelas almas


Dia 13 de dezembro – Terça-feira – Dia de Santa Luzia 19h – Procissão seguida de Missa


Comunidade Santa Luzia – São João Nepomuceno/MG (pertencente à Paróquia Sagrada Família) *A comunidade fica na Rua Projetada, 153 – Bairro Bela Vista


Dia 11 de dezembro – Domingo 19h – Missa


Dia 12 de dezembro – Segunda-feira 19h30 – Missa


Dia 13 de dezembro – Terça-feira – Dia de Santa Luzia 19h – Missa Festiva


Capela Santa Luzia – Santana do Garambéu/MG (pertencente à Paróquia Sant’Ana) *A capela fica em Pico (área rural)


De 10 a 12 de dezembro – Tríduo 16h – Missa


Dia 13 de dezembro – Terça-feira – Dia de Santa Luzia 16h – Procissão seguida de Missa Festiva


Comunidade Santa Luzia – Santos Dumont/MG (pertencente à Paróquia São Joaquim e Sant’Ana) *A comunidade fica na Rua José Abdalah, s/nº – Bairro Ponte Preta


Dia 10 de dezembro – Sábado 18h – Terço 19h – Missa


Dia 11 de dezembro – Domingo 9h30 – Carreata saindo da Matriz 10h – Terço 11h – Missa 12h – Almoço 15h – Leilão de gado 18h – Terço 19h – Missa


Dia 12 de dezembro – Segunda-feira 18h – Terço 19h – Missa


Dia 13 de dezembro – Terça-feira – Dia de Santa Luzia 14h – Terço 15h – Santa Missa 18h30 – Procissão saindo da casa o Sr. Pedro em direção a igreja 19h – Missa Festiva

*Haverá funcionamento de barraquinhas todos os dias.


Igreja Santa Luzia – Santo Antônio do Rio Grande/MG (pertencente à Quase-Paróquia Santo Antônio) *A igreja fica em Palmital (Área Rural)


Dia 13 de dezembro – Terça-feira – Dia de Santa Luzia 14h – Missa festiva


*Fonte: Arquidiocese JF.


História de Santa Luzia, protetora dos olhos*

Origens Santa Luzia nasceu em Siracusa, na Itália, no fim do século III. Conta-se que pertencia a uma família italiana rica, que lhe deu ótima formação cristã, a ponto de ter feito um voto de viver a virgindade perpétua. Com a morte do pai, Luzia soube que sua mãe, chamada Eutícia, a queria casada com um jovem de distinta família, porém, pagão. A Romaria Ao pedir um tempo para o discernimento e tendo a mãe gravemente enferma, Santa Luzia inspiradamente propôs à mãe que fossem em romaria ao túmulo da mártir Santa Águeda, em Catânia. Pela cura da grave doença seria a confirmação do “não” para o casamento.

O Milagre Milagrosamente, foi o que ocorreu logo com a chegada das romeiras. Assim, Santa Luzia voltou para Siracusa com a certeza da vontade de Deus quanto à virgindade e quanto aos sofrimentos pelos quais passaria, assim como Santa Águeda. “Adoro a um só Deus verdadeiro, e a Ele prometi amor e fidelidade” (Santa Luzia)

A Perseguição Santa Luzia vendeu tudo, deu aos pobres, e logo foi acusada pelo jovem que a queria como esposa. Não querendo oferecer sacrifício aos falsos deuses nem quebrar o seu santo voto, ela teve que enfrentar as autoridades perseguidoras. Quis o prefeito da cidade, Pascásio, levar à desonra a virgem cristã, mas não houve força humana que a pudesse arrastar.

Páscoa Firme como um monte de granito, várias juntas de bois não foram capazes de a levar (Santa Luzia é, muitas vezes, representada com os sobreditos bois). As chamas do fogo também se mostravam impotentes diante dela, até que, por fim, a espada acabou com vida tão preciosa. A decapitação de Santa Luzia se deu no dia 13 dezembro de 304.

Os olhos Conta-se que antes de sua morte teriam arrancado os seus olhos, fato ou não, Santa Luzia é reconhecida pela vida que levou Jesus – Luz do Mundo – até as últimas consequências, pois assim testemunhou diante dos acusadores: “Adoro a um só Deus verdadeiro, e a Ele prometi amor e fidelidade”.

Santa Luzia: a Portadora da Luz

O Nome O nome de Santa Luzia deriva do latim e significa: Portadora da luz. Ela é invocada pelos fiéis como a protetora dos olhos, que são a “janela da alma”, canal de luz.

Oração: Ó, Santa Luzia, que preferistes deixar que, os vossos olhos fossem vazados e arrancados, antes de negar a fé e conspurcar vossa alma; e Deus, com um milagre extraordinário, vos devolveu outros dois olhos sãos e perfeitos, para recompensar vossa virtude e vossa fé, e vos constituiu protetora contra as doenças dos olhos, eu recorro a vós para que protejais minhas vistas e cureis a doença dos meus olhos. Ó, Santa Luzia, conservai a luz dos meus olhos para que eu possa ver as belezas da criação. Conservai também os olhos de minha alma, a fé, pela qual posso conhecer o meu Deus, compreender os seus ensinamentos, reconhecer o seu amor para comigo e nunca errar o caminho que me conduzirá onde vós, Santa Luzia, vos encontrais, em companhia dos anjos e santuário. Santa Luzia, protegei meus olhos e conservai minha fé. Amém.

Minha oração “Te pedimos a proteção dos nossos olhos contra todo mal e doença, assim como uma visão purificada para enxergar a Deus em tudo e todos. Que nossa visão vá além do material e alcance o espiritual, percebendo que é tão real e presente nas nossas vidas. Amém.”


*Fonte: Santo do dia Canção Nova.

26 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page