top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Paróquia Santa Luzia lembra os oito anos de Beatificação de Madre Esperana de Jesus

Por Fabíola Castro


A Paróquia Santa Luzia inicia neste sábado, 28 de maio, a celebração dos oito anos de beatificação de Madre Esperança de Jesus, fundadora em 1930 da Congregação das Servas do Amor Misericordioso e, em 1951, do ramo masculino da Congregação dos Filhos do Amor Misericordioso, os quais administram a comunidade do bairro Santa Luzia em Juiz de Fora.


O Padre da Congregação dos Filhos do Amor Misericordioso e pároco da Paróquia Santa Luzia, Fabiano Santos, fala sobre a celebração da data que contará com um Tríduo.


Neste sábado (28), a Celebração, com a Primeira Eucaristia, será às 18h. N domingo (29), a Missa que contará coma bênção da água, será ás 19h. Na segunda (30), a Eucaristia, com a bênçãos dos pãezinhos, acontecerá às 19h.

No dia 31, às 19h, encerrando o mês dedicado à Maria, haverá coroação de Nossa Senhora, além do lançamento de um livro, como comenta Padre Fabiano.


Para quem desejar o livro pode ser reservado pelo WhatsApp da paróquia (32) 3235-3332. A Matriz Santa Luzia fica na Rua Ingrácia Pinheiro, 160 – Bairro Santa Luzia.


Madre Esperança de Jesus

A Madre Esperança de Jesus Alhama Valera nasceu na Espanha em 30 de setembro de 1893. Ela consagrou e dedicou toda a sua vida ao Senhor e à missão de fazer com que todas as pessoas o conheçam, como um Pai e uma terna Mãe.


Na véspera de Natal de 1930, ela fundou em Madri, aquela que se tornaria a Congregação das Servas do Amor Misericordioso. Em 1936 mudou-se para Roma, onde ajudou e assistiu os feridos da Segunda Guerra Mundial. Mais tarde, em 1951, ela fundou em Roma o ramo masculino da Congregação dos Filhos do Amor Misericordioso.


Depois de uma vida dedicada ao serviço de Deus, dos sacerdotes e dos mais necessitados, morreu em Collevalenza (Itália) no dia 8 de fevereiro de 1983. Em 31 de maio de 2014, ela foi beatificada no Santuário do Amor Misericordioso, Collevalenza.

25 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page