top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

"O Apóstolo que Jesus Amava": o exemplo de São João Evangelista aos católicos

Por Roberta Oliveira


Nesta terça-feira, 27 de dezembro, a Igreja Católica faz memória de São João Apóstolo e Evangelista. Autor de três obras que estão na Bíblia e descrito como o Apóstolo que Jesus Amava, deixou um legado de estar ao lado de Jesus Cristo em qualquer circunstância e de levar o Amor a todos os lugares, como aprendeu com o mestre.


Em Juiz de Fora, o Cenáculo São João Evangelista iniciou cedo as celebrações, com Laudes e Santa Missa e a Hora Média. O Santíssimo Sacramento estará exposto para adoração durante todo o dia e haverá a bênção às 16h.


No Jornal Boa Nova, o Capelão do Cenáculo Padre José Elissandro Santos de Santana, sss, e o Vigário Paroquial da Catedral, Padre Antônio Camilo de Paiva, refletiram sobre como São João Evangelista é uma inspiração para todos que professam a fé católica.


Ao lado de Jesus em diferentes momentos

O nome significa: “Deus é misericordioso”: uma profecia que foi se cumprindo na vida do mais jovem dos apóstolos. Nasceu em Betsaida, o pescador filho de Zebedeu e de Salomé, irmão de Tiago Maior, ocupou um lugar de primeiro plano entre os apóstolos. O Capelão do Cenáculo Padre José Elissandro Santos de Santana, sss, conta como João Evangelista esteve presente em momentos cruciais da história de Jesus.


São João Evangelista é autor de três obras que estão na Bíblia. Padre Elissandro destacou como a vivência de fé e espiritualidade do "Apóstolo que Jesus Amava" pode nos guiar e inspirar atualmente.


O Cenáculo São João Evangelista fica na Avenida Rio Branco, 2.848, na pista sentido Bom Pastor, pouco depois do cruzamento com a Avenida Itamar Franco no Centro. Está sob os cuidados da Congregação das Servas do Santíssimo Sacramento há mais de 70 anos e, mais recentemente, dos padres da Congregação do Santíssimo Sacramento. O Cenáculo São João Evangelista tem o nome do apóstolo desde sua fundação em 1949, há 73 anos.


"São João Evangelista estava inteiro no que Deus pediu a ele"


São João Evangelista é descrito como “o discípulo a quem Jesus amava”. No editorial do Jornal Boa Nova desta terça-feira, 27, o Padre Antônio Camilo de Paiva refletiu sobre as atitudes do apóstolo que podem inspirar os católicos a também serem amados por Jesus.



Interior do Cenáculo.





8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page