top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Nova adutora deixa Juiz de Fora com estrutura para abastecer quase 1 milhão de pessoas

*Por Danielle Quinelato

*Foto: PJF


Juiz de Fora inaugurou, na última terça-feira, dia 13 de junho, a quarta adutora. A obra deixa a cidade com uma estrutura para abastecer quase um milhão de pessoas pelos próximos 70 anos, conforme projeção da Companhia de Saneamento Municipal (Cesama).

Parte da programação em comemoração ao aniversário de 173 anos de Juiz de Fora, a inauguração da Quarta Adutora representa, de acordo com o diretor-presidente da Cesama, Julio César Teixeira, uma importante conquista para a cidade.


O diretor-presidente da Cesama cita um dos diferenciais da Quarta Adutora.


De acordo com a Prefeitura de Juiz de Fora, o objetivo da estrutura é ampliar a capacidade de transporte de água entre as unidades de tratamento até o Centro da cidade. Julio César Teixeira explica como ela pode auxiliar no caso de intercorrências climáticas.


O diretor-presidente da Cesama fala de que forma a Quarta Adutora se interliga com as outras três que abastecem a cidade.


A adutora esteve em testes ao longo do último mês. Segundo o diretor-presidente da Cesama, Júlio César Teixeira, a operação será avaliada por mais um tempo até que passe a operar com capacidade máxima.


A obra, que custou mais de R$ 35 milhões, foi iniciada em maio de 2021. Uma empresa de Curitiba realizou os trabalhos e implantou cerca de 7.500 metros de tubulações.

Para marcar a obra, a prefeita Margarida Salomão encaminhou um Projeto de Lei, para aprovação na Câmara Municipal, com a proposta de que a Quarta Adutora leve o nome do ex-prefeito Agostinho Pestana.

4 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page