top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Museu Mariano Procópio adota regras mais flexíveis para visitação ao parque

Por Roberta Oliveira

Parque do Museu Mariano Procópio Foto: Vinícius Ribeiro/Mapro

Com o fim da situação de emergência por causa da pandemia em Juiz de Fora, o Museu Mariano Procópio anunciou novas regras, mais flexíveis, para receber os visitantes no parque.



O supervisor de segurança Flávio Soto Guizilin destaca o fim da limitação de público e da cobrança de comprovante de vacinação, que estavam em vigor, além do acesso a mais áreas da Fundação Museu Mariano Procópio.


Com a suspensão das restrições, as pessoas podem usar o local para piqueniques. E o supervisor de segurança explica o que é necessário para fazer ensaios fotográficos no Mariano Procópio.


Além disso, Flávio Soto Guizilin reforça a ampliação dos locais de acesso e os horários de entrada no parque do Museu.


A entrada é gratuita. Uma opção de lazer ao ar livre e para caminhadas nas trilhas dos bosques e nas alamedas, o parque do Museu Mariano Procópio foi inaugurado em 1861, com projeto atribuído ao francês Auguste Glaziou.


Em 1934, foi doado ao Município. Em 1936, Alfredo Ferreira Lage, fundador do Museu e filho de Mariano Procópio, doou os prédios, juntamente com as obras, à cidade de Juiz de Fora. Desde 2015, o conjunto paisagístico é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

90 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page