• Radio Catedral

Missa festiva no Colégio Nossa Senhora do Carmo celebra dia da padroeira



A Igreja celebra hoje (16) o dia de Nossa Senhora do Carmo. Em nossa arquidiocese o Colégio Nossa Senhora do Carmo, no bairro Santa Helena, fez memória a data com uma missa na escola, presidida pelo arcebispo Dom Gil Antônio Moreira. Em sua homilia, Dom Gil destacou a importância da festa e da alegria em dedicarmos a Eucaristia à Nossa Senhora. “Maria enfeita a Eucaristia. São João Paulo II chamou Maria de Mulher Eucarística. Um grande título dado por este Santo a nossa mãe, Maria.”


Ainda segundo ele, “celebrar em honra à Nossa Senhora é como celebrar um almoço festivo preparado pela mãe.  Quando celebramos um almoço sempre é momento de confraternização, mas quando é a mãe que prepara temos um ambiente especial.”


Ao falar sobre a Virgem Maria, o pastor se emocionou ao recordar sobre sua infância e como sua mãe preparava as festividades em família. “Lembro que a minha mãe nunca deixava de celebrar o aniversário dos meninos. Mesmo com pouco dinheiro, acordando cedo, éramos oito, mas ela preparava a mesa, comprava na farmácia uma essência, chamava as crianças vizinhas e nunca deixava de comemorar. Eis a diferença do toque de uma mãe. Esta é a diferença da Eucaristia celebrada em honra à Nossa Senhora.”


O “sim” que mudou a história do mundo


O arcebispo falou também sobre o “sim de Maria” aos planos de Deus. Ao aceitar o chamado, Maria transformou a humanidade e nos levou até Jesus. “Ela deu seu sim ao anjo e tudo se realizou. Maria é chamada e escolhida por Deus. Ela não é uma mulher qualquer e muito menos um acaso na humanidade. Maria é um plano de Deus realizado.  E ela dá seu sim a esse plano. ”


Durante a sua fala, Dom Gil fez uma reflexão sobre a passagem em que Elias vai até o Monte Carmelo pedir misericórdia a Deus, pois seu povo sofria com perseguições e falta d’água. “Elias esteve no monte Carmelo em um tempo difícil para o povo de Israel. Não chovia há anos e, por mais que o povo rezasse, a chuva não chegava. Porém, quando Elias foi ao Carmelo rezar, ele viu surgir nos céus uma nuvem do tamanho do punho de uma mão e se encheu de esperanças. A nuvem cresceu e choveu. ”


No final da homilia, foi feita uma comparação entre Maria e a nuvem que trouxe chuva ao povo de Israel. “Quando chega Jesus, o povo não teve outro pensamento além de dizer que a nuvem era Maria e a chuva nosso Senhor Jesus. Maria foi a nuvem que nos trouxe a vida. Jesus foi a chuva que nos trouxe a salvação.”


Renovação dos Votos e Bênção do Coral


No final da missa as Freiras Carmelitas renovaram seus votos diante dos fiéis e do arcebispo. O coral de crianças da escola também foi abençoado. “Dou minha benção a este coral que está com novos membros. Eu ficaria muito feliz em chegar no céu e ser recebido por um coral como este. ”, disse Dom Gil.


Após a bênção final foi entregue um escapulário de Nossa Senhora do Carmo aos fiéis que participaram da Santa Missa.




*Fonte: arquidiocesejuizdefora.org.br

Com a colaboração de: Elias Arruda

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .