• Radio Catedral

Médico Infectologista fala sobre o novo coronavírus

Por Fabíola Castro

*Imagem: G1

O mundo vive atualmente uma pandemia causada pelo novo coronavírus que é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31 de dezembro de 2019 após casos registrados na China. O novo coronavírus é o responsável pela doença Covid-19.


Em janeiro deste ano a Organização Mundial da Saúde (OMS) qualificou a epidemia de “emergência de saúde pública de alcance internacional”. Já em 11 de março, a OMS elevou o estado da contaminação à pandemia de Covid-19. Na prática, o termo pandemia se refere ao momento em que uma doença já está espalhada por diversos continentes com transmissão sustentada entre as pessoas.


O Médico Infectologista, Dr. Marcos Moura, explica o que é o novo coronavírus.

Como se dá a transmissão da Covid-19?

Marcos Moura reforça que a higienização é extremamente importante.

Quanto à possibilidade de se estar contaminado com o novo coronavírus alguns sintomas precisam ser observados. O Infectologista explica quando se deve procurar atendimento médico.

Dr. Marcos Moura diz que uma boa alimentação e hidratação constante podem ser aliadas para ajudar a manter o organismo mais saudável.

Não é preciso e nem recomendável neste momento que as pessoas corram para farmácias e supermercados.

As pessoas precisam fazer o uso de máscaras ao sair nas ruas?

Quem precisar sair de casa, o Infectologista explica como se deve proceder ao retornar.

Segundo o Infectologista Dr. Marcos Moura, no Brasil, a tendência é que o número de casos aumente, por isso a importância de se tomar medidas de contenção da curva de crescimento.

Dr. Marcos Moura ressalta que algumas pessoas podem ser assintomáticas para a doença.

A recomendação neste momento em que todos os esforços devem estar voltados para a contenção da propagação do vírus é o isolamento social, ficar em casa, e só sair se for extremamente necessário.


Dados do coronavírus


De acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde, desta quinta-feira (26), no Brasil há 2.589 casos confirmados de coronavírus, com 63 mortes.


Em Minas Gerais, segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), desta quinta (26), até o momento são 17.409 casos suspeitos para Covid-19, 153 confirmados e não há registro de óbitos. Já em Juiz de Fora são 184 casos suspeitos, permanecendo com oito casos confirmados e seis descartados.



*Dr. Marcos Moura - Médico Infectologista

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .