top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

JF será sede de hangar para receber helicóptero voltado ao atendimento pré-hospitalar da região


A base para o helicóptero para atendimento de urgência e emergência na região será em Juiz de Fora, mas, atenderá todos os municípios que fazem parte do CISDESTE. Em assembleia, os prefeitos aprovaram a construção do hangar e o rateio do investimento. O helicóptero está previsto para entrar em funcionamento ano que vem.


Por Rádio Catedral

Prefeitos reunidos na assembleia em que foi aprovada a construção do hangar e o rateio do investimento | Divulgação assessoria SAMU.

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Sudeste - Juiz de Fora divulgou na última semana que a possibilidade dos municípios consorciados ao SAMU 192-CISDESTE terem um helicóptero para atendimento de urgência e emergência pode ser concretizada. O terreno para construção do Hangar foi cedido pelo município de Juiz de Fora e está localizado no Aeroporto da Serrinha.


Durante a primeira Assembleia Extraordinária, o projeto de construção do hangar que será base para o helicóptero foi aprovado pelos prefeitos e seus representantes, que estiveram no auditório do CISDESTE na semana passada.


De acordo com a assessoria do Consórcio, o projeto foi apresentado pelo Comandante do Terceiro Comando Operacional do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, Coronel Winderson Alain Moura. Também estiveram presentes na Assembleia o presidente do CISDESTE, Edson Teixeira Filho, o Presidente do Conselho Fiscal, Vagner Fonseca Costa, o Secretário de Saúde do Município de Juiz de Fora, Ivan Charles Fonseca Chebli, o Coordenador Regional das Promotorias de Defesa da Saúde da Macrorregião Sudeste, Dr. Rodrigo Ferreira De Barros, além do Secretário Executivo, Denys Arantes Carvalho e do Diretor Técnico, Homero Augusto Da Silva Calderaro.


A construção do projeto, que contempla uma base de salvamento para o SAMU e o Corpo de Bombeiros, foi orçado em R$ 4.677.548.13 e será rateado pelos municípios, no valor de R$ 1,53 por habitante. Conforme o Presidente, Edson Teixeira Filho, trata-se de um momento histórico, que trará melhorias significativas no atendimento à urgência e emergência. "Não é uma despesa, é um investimento a favor da população", disse ele na ocasião.


Em seu discurso, o Promotor Rodrigo Barros falou da importância da vinda do helicóptero para a região, que irá reduzir o tempo de deslocamento de pacientes, crucial para salvar muitas vidas a um investimento baixo para cada município. Segundo ele, “Para muitos municípios, o valor investido para a construção será menor que o custo de internação para salvar apenas uma vida”.


A previsão é que a aeronave esteja pronta no final do ano de 2024. Ela irá atender os 147 municípios das Macrorregiões Sudeste e Leste do Sul de Minas Gerais, além dos 51 Municípios consorciados ao CISRU, abrangendo uma população de mais de três milhões de habitantes.


A assessoria do SAMU 192-CISDESTE, informou ainda que o Consórcio juntamente ao Corpo de Bombeiros, Ministério Público e Superintendência Regional de Saúde estão trabalhando de forma conjunta para que toda a estrutura esteja pronta o mais breve possível, de forma que o helicóptero já entre em operação assim que chegar a Juiz de Fora.

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page