top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Folias de Reis: tradição e devoção popular

Por Fabíola Castro


Nesta sexta-feira, 6 de janeiro, é Dia de Reis, data marcada pelas apresentações das Folias de Reis que acontecem desde o Natal. Em Minas Gerais, as Folias de Reis, são patrimônio cultural do estado.


Após o Natal, pelo Brasil vários grupos de Folia de Reis saem pelas ruas das cidades, cantando, levando a alegria pela Boa Nova do nascimento do Senhor e recordando a visita dos Reis Magos ao Menino Jesus. Junto com a celebração litúrgica das festas da Epifania do Senhor e dos Reis Magos, as Folias de Reis enriquecem a comemoração do nascimento de Jesus e a sua manifestação entre os povos.


As folias são uma tradição que demonstram grande religiosidade popular. É uma festa trazida pelos colonizadores portugueses no século XVIII e que ainda se mantém viva em diversas cidade. Estes tradicionais grupos podem receber também outros nomes como Terno de Reis ou Reisado. A Folia de Reis reúne cantadores e instrumentistas, usando suas roupas coloridas e com a tradicional bandeira que identifica o grupo.


Em Juiz de Fora, alguns grupos mantém viva a tradição e apresentam as Folias de Reis todos os anos, como é caso do chamado “Viagem dos Três Reis Magos do Oriente”, da Comunidade Carrapatinho, no Bairro Ipiranga. O contramestre folião e tocador de escaleta, Moisés Pereira Costa, fala sobre o grupo e seu trabalho.


De acordo com a tradição popular, o Dia dos Santos Reis é considerado pelos fiéis como a data para desmontar suas árvores de Natal e o presépio. Segundo o calendário litúrgico da Igreja Católica Romana, o Tempo do Natal tem início na véspera da Solenidade do Natal de Nosso Senhor e continua até o primeiro domingo depois da Festa da Epifania, no começo de janeiro. Durante este período são celebradas pela Igreja as festas da Apresentação do Senhor, da Sagrada Família, de Santa Maria Mãe de Deus, da Epifania e do Batismo de Jesus.

16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page