top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Enchentes aumentam risco de várias doenças. Como se proteger?

Por Danielle Quinelato


Antes mesmo do início do verão, tradicionalmente marcado por fortes chuvas, Juiz de Fora e algumas cidades da região já têm sofrido as consequências de tempestades. No Brasil, tragédias ocasionadas pela mistura da força da natureza e da ação humana no meio ambiente fazem parte do noticiário há décadas. Alagamentos, enchentes e trombas d’ água são alguns dos efeitos diretos da chuva em locais que possuem drenagem insuficiente, bueiros entupidos e solos irregulares.


Por causa da força das enchentes, a água também carrega lama, lixo e esgoto, ou seja, risco de doenças. A maioria das situações de contaminação acontece em razão da ingestão dessa água contaminada ou, às vezes, somente pelo contato com ela. O médico veterinário responsável pelo Setor de Zoonoses da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora, José Geraldo de Castro Junior, falou sobre o tema no quadro "Bendita Saúde".


Confira a entrevista:


Quais doenças podem ser causadas pela água das enchentes?


Por que aumenta o risco de transmissão dessas doenças em épocas de fortes chuvas e consequentes enxurradas?


Se o contato com a água de enchente for inevitável, que tipos de proteção utilizar? Quais medidas tomar após isso acontecer?


Qual é a forma correta de desinfectar ambientes atingidos por águas de enchentes?


Quais sintomas podem indicar que houve infecção por alguma doença?


Algumas medidas simples são indicadas para amenizar os efeitos dos alagamentos: a primeira delas é evitar transitar em ruas alagadas. Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas. Fique em lugar seguro e, se precisar, peça ajuda. Também é importante lembrar que devemos manter distância da rede elétrica e não parar debaixo de árvores. Dê preferência para se abrigar em casas e prédios.

4 visualizações0 comentário

留言


bottom of page