• Radio Catedral

Doação de sangue

Os estoques de sangue da Fundação Hemominas estão abaixo do ideal para o atendimento tranquilo a todos os hospitais e pacientes que necessitam // e a unidade em Juiz de Fora estendeu o horário de funcionamento durante essa semana. O hemocentro geralmente funciona de 7h às 12h e terá atendimento também das 13h40 às 16h40.


A Hemominas em Juiz de Fora distribui sangue para 56 hospitais em 25 cidades da Zona da Mata.Os estoques que estão em estado crítico são do tipo O positivo, O negativo, e A positivo, AB negativo e, em estado de alerta, do tipo A positivo, e B negativo.


Para manter a segurança nesse tempo de pandemia e evitar aglomerações, todas as doações de sangue são agendadas pelo site www.hemominas.mg.gov.br ou pelo aplicativo MGAPP-cidadão.


De acordo com informações da Agência Minas, uma queda de 63% nos estoques de sangue do tipo O positivo e de 53% dos grupos negativos tem preocupado a Fundação Hemominas quanto ao risco de desabastecimento de sangue no estado. A rede é responsável por cerca de 95% da cobertura hemoterápica em Minas Gerais, relativa a procedimentos vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS).


No Estado, a Hemominas abastece aproximadamente 600 entidades conveniadas, incluindo hospitais públicos, filantrópicos e particulares, alcançando cerca de 800 municípios, direta ou indiretamente. Lembrando, ainda, que em seus ambulatórios são atendidos cerca de oito mil pacientes hematológicos que dependem de transfusão sanguínea para sobreviver.


Para manter os estoques em níveis satisfatórios, é fundamental que os doadores voluntários de sangue compareçam às unidades para fazer a doação. Só a doação solidária, consciente e responsável pode salvar vidas.

O quadro de baixos estoques é agravado pela pandemia e pelo inverno, que impactam no comparecimento de doadores. Vale lembrar que a Fundação Hemominas toma todos os cuidados para garantir a segurança dos doadores em suas unidades: com uso de máscara, distanciamento, higienização adequada, higiene frequente de mãos, como recomendam a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Organização Mundial de Saúde (OMS).


Entre os requisitos básicos para doar, é necessário estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, mais de 50 kg, estar descansado e alimentado no momento da doação, e apresentar documento original e oficial com foto.


Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos vírus da Covid-19, // após diagnóstico clínico e/ou laboratorial ficam inaptos por 30 dias // após completa recuperação. Candidatos que tiveram contato com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico/laboratorial de infecção pela Covid são considerados inaptos pelo período de 14 dias, após o último contato com essas pessoas. Em virtude da pandemia, o candidato que apresente qualquer sintoma respiratório, mesmo leve, deve aguardar 30 dias após a recuperação para doar.


A vacinação contra a Covid-19 também impacta o comparecimento de doadores nas unidades, já que existe um período de inaptidão após cada dose. Esse prazo depende da imunização recebida. Para as vacinas disponíveis até o momento, os prazos são // Coronovac 48h // AstraZeneca 7 dias // Pfizer 7 dias // e Janssen 7 dias


No site da Fundação Hemominas // o www.hemominas.mg.gov.br/ estão também descritas todas as condições e restrições para doação de sangue. // Em Juiz de Fora, o hemocentro fica na Rua Barão de Cataguases, s/nº, no Bairro Santa Helena, e funciona de segunda-feira a sábado. // Reforçando que nessa semana o atendimento acontece de 7h às 12h e também das 13h40 às 16h40. // O telefone de contato é o 3257-3100.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo