Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .

  • Radio Catedral

Diocese de Leopoldina recebe seu novo bispo neste sábado, dia 25

A Diocese de Leopoldina faz parte da Província Eclesiástica de Juiz de Fora, juntamente com a Arquidiocese de Juiz de Fora e Diocese de São João del-Rei.

*Dom Edson José Oriolo dos Santos

Neste sábado, dia 25 de janeiro, a Diocese de Leopoldina (MG) acolherá o seu novo bispo, Dom Edson José Oriolo dos Santos. A cerimônia acontecerá às 9h, na Catedral de São Sebastião. Em seguida, o bispo presidirá Celebração Eucarística na quadra poliesportiva do Colégio Imaculada Conceição, situada a poucos metros do templo católico.


A recepção e entrada do bispo na Catedral será feita pelo metropolita, Dom Gil Antônio Moreira, Arcebispo de Juiz de Fora, acompanhado por Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte e Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

*Monsenhor Antônio José Chámel

No rito de posse, tradicionalmente, o pároco de uma catedral é apresentado ao novo bispo. No entanto, a equipe diocesana responsável pela organização da Posse Canônica decidiu homenagear Monsenhor Antônio José Chámel. A notícia foi recebida com muita alegria por todo o clero e comunidades, já que Padre Antônio, como é carinhosamente chamado, trabalhou com todos os bispos e é considerado uma memória viva daquela Igreja Particular.


Saiba como será o rito de posse


Antes da posse na Catedral de São Sebastião, o novo bispo da Diocese de Leopoldina sairá da residência episcopal juntamente com o metropolita, Dom Gil Antônio Moreira, sendo acompanhado também por Dom Walmor Oliveira de Azevedo. Na entrada do templo religioso, Monsenhor Antônio José Chamel lhe apresentará o crucifixo, ao qual beijará, e, em seguida, o aspersório de água benta, com o qual aspergirá a si mesmo e aos presentes.


Depois, os três bispos serão conduzidos à capela do Santíssimo Sacramento, onde adorarão, de joelhos, por alguns momentos, acompanhados em silêncio por todos os presentes. Após rezarem, Dom Edson e os arcebispos Dom Gil e Dom Walmor direcionam-se ao presbitério, diante do altar.


O chanceler da Cúria, Pedro Lopes, fará o pedido da leitura das letras apostólicas. Um padre fará a leitura da bula de nomeação, assinada pelo Papa Francisco. Em seguida, Dom Gil passará ao bispo diocesano o báculo, que simboliza o seu papel de pastor do rebanho divino, e o convidará a sentar-se em sua cátedra.


O Pe. Volnei Ferreira Noro, que conduziu os trabalhos na Diocese de Leopoldina enquanto esteve vacante, fará uma saudação a Dom Edson. Logo após, todo o clero diocesano a ele manifestará obediência e respeito, por ordem de ordenação. Após a manifestação, o novo bispo concluirá com estas palavras: “Bendigamos ao Senhor”, sendo respondido pelo povo: “Demos graças a Deus”.


Em seguida, Dom Edson, Dom Walmor e Dom Gil dirigem-se à Sacristia, onde irão paramentar-se para o início da procissão até a quadra do Colégio Imaculada Conceição.


Dom Gil fala sobre a cerimônia.


*Com informações dos sites da Diocese de Leopoldina e Arquidiocese JF.