• Radio Catedral

Dia Mundial da Saúde 2022: Nosso planeta, nossa saúde

Por Fabíola Castro

Imagem: Site OPAS.

Somos capazes de reimaginar um mundo onde ar limpo, água e comida estejam disponíveis para todos? Onde as economias estão focadas na saúde e no bem-estar? Onde as cidades são habitáveis e as pessoas têm controle sobre sua saúde e a saúde do planeta? Estas são indagações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) para falar do tema do Dia Mundial da Saúde, celebrado nesta quinta-feira, 7 de abril, que é “Nosso planeta, nossa saúde”.


Vivemos uma pandemia que nunca imaginamos, estamos em um planeta poluído, com doenças crescentes e nesse Dia Mundial da Saúde 2022, a OMS chama a atenção global para as ações urgentes e necessárias para manter os seres humanos e o planeta saudáveis.


Para falar sobre esse tema tão importante, “saúde”, a entrevista desta quinta-feira (7) do quadro "Bendita Saúde" foi com o Professor da Faculdade Suprema e Médico Infectologista, Dr. Marcos Moura.


Confira:


Como surgiu o Dia Mundial da Saúde? Com qual objetivo?


O que se entende por saúde?


A saúde é um direito de todas as pessoas, mas os cuidados com ela não chegam em sua totalidade a todos e isso em todo o mundo? Em contrapartida, existe também o autocuidado que é dever de cada um?


A pandemia da Covid-19 veio evidenciar ainda mais a importância da saúde?


Dr. Marcos está coordenado um projeto sobre “Saúde Planetária”, desenvolvido pela Faculdade Suprema e o Instituto Gonzalo Moniz – Fiocruz Bahia. O que é esse projeto? Como funciona?


Falar e conscientizar hoje, 7 de abril, dia importante para lembrar da saúde para que as ações sejam todos os dias na prática. Obrigada, Dr. Marcos, pela entrevista e participação no quadro "Bendita Saúde".


Já sabemos que cuidar da saúde vai muito além de tomar remédios, buscar atendimento para cuidar das doenças. Mas passa pelo cuidado com o ambiente que vivemos, com o nosso planeta, com as nossas relações. A saúde é um direito de todos e dever do Estado oferecer cuidados de qualidade. Mas também, como Dr. Marcos ressaltou, o autocuidado é muito importante! Claro, que para isso é preciso também haver condições para que o indivíduo consiga fazer esse autocuidado! Ainda temos muito que avançar nessa questão. Mas é preciso agir agora! A saúde é nosso maior bem!

0 comentário