• Radio Catedral

Dia de Finados é celebrado em Juiz de Fora

por Giovane Rezende

A Igreja Católica celebrou nesta terça-feira, 2, em todo o mundo, o Dia de Finados. Data reforça a crença cristã da vida eterna e também recorda os fiéis que se encontram no purgatório, que estão purificando suas almas para entrarem no céu. Na Arquidiocese de Juiz de Fora, a solenidade foi marcada por missas em cemitérios e paróquias da região.


No Cemitério Municipal, localizado no Bairro Poço Rico, foram realizadas duas celebrações. O assessor da Comissão Especial para Causa dos Santos da CNBB, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, padre Leonardo Pinheiro, presidiu missa no cemitério. Ele fala sobre qual mensagem o dia de Finados nos deixa.

Segundo padre Leonardo, Finados não é dia de tristeza, pois celebramos o maior mistério de nossa fé.

Padre Leonardo Pinheiro destacou a importância de homenagear os mortos por diversos meios.

O pároco da Paróquia do Santíssimo Redentor, no bairro Borboleta, padre Alessandro de Melo, celebrou missa no Cemitério Parque da Saudade, assistido pelos diáconos Mauri Kirchmaier e João Roberto da Silva. Ele apontou o significado da palavra finados e do dia onde celebramos não apenas a morte, mas a fé na ressurreição.

Conforme Padre Alessandro, devemos preparar bem nossa vida, respeitando e integrando a morte no nosso cotidiano, sem colocá-la como algo trágico e violento.

Para padre Alessandro Melo, devemos neste dia fazer memória, ter saudade e ser grato.

*Sonoras e fotos cedidas pela Assessoria de Comunicação da Arquidiocese JF



0 comentário