top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Saudade: sentimento com diferentes implicações no bem-estar emocional das pessoas

Por Rádio Catedral


Saudade, sentimento que pode remeter a algo bom, lembranças de momentos vividos, mas também à falta de algo ou alguém o que pode causar dor, desconforto e assim ter diferentes implicações no bem-estar emocional das pessoas.


Neste 30 de janeiro, é celebrado o Dia da Saudade e o professor do curso de Psicologia da Estácio, Carlos Eduardo Pereira, explica esse sentimento, essa emoção.



A saudade quando não é vivenciada adequadamente, segundo Professor Carlos Eduardo, pode se tornar patológica, principalmente diante da perda.



Quando se fala de saudade é importante, de acordo com o Professor, distinguir entre experiências emocionais bem reguladas, relacionadas a experiências passadas positivas e aquelas intensas que causam sofrimento.




O professor destaca a influência da estabilidade emocional, algumas pessoas têm uma facilidade maior de passar por essas experiências e outras uma tendência a sofrer mais, a experimentar mais a dor.




Para lidar com a saudade de maneira saudável, o Professor sugere preencher o dia com uma rotina mais prazerosa, evitando ficar preso em pensamentos que remetem ao passado.

E fala do avanço da tecnologia, com redes sociais e mensagens instantâneas, que trouxe uma dupla perspectiva na forma como lidamos com a saudade. Ele destaca que a tecnologia mantém as pessoas conectadas a mensagens de entes queridos que já partiram, proporcionando uma tentativa de reconexão. No entanto, ele alerta para o lado negativo quando ficamos presos revivendo o passado.



O Dia da Saudade nos convida a uma reflexão sobre como entendemos e vivenciamos essa emoção complexa. A compreensão e aceitação da saudade, aliadas a estratégias saudáveis de enfrentamento, podem contribuir significativamente para o bem-estar emocional de cada indivíduo.


Como diz a canção de Nelsinho Corrêa "só se tem saudade do que é bom", então se foi bom, precisamos extrair e manter esse sentimento positivo, ainda que muitas vezes não seja fácil, principalmente diante da perda. Padre Marcelo Rossi nos diz há tempos "saudade sim, tristeza não". E Padre Fábio de Melo contou uma história, certa vez, em que disse que é nos momentos bons que vivemos, que construímos saudades boas. E para finalizar, não sei quem disse, mas é bem verdade "saudade é o amor que fica!

56 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page