top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Covid-19: Uso de máscaras volta a ser obrigatório em serviços de saúde em Juiz de Fora

Atualizado: 12 de dez. de 2022

Por Rádio Catedral


A partir deste sábado, 10 de dezembro, volta a ser obrigatório em Juiz de Fora o uso de máscaras faciais nos Serviços de Saúde Públicos e Privados de Atenção Primária à Saúde, Atenção Secundária e Atenção Terciária, Instituições de Longa Permanência (ILPI), Comunidades Terapêuticas e Serviços Residenciais Terapêuticos.

Segundo a portaria da Secretaria de Saúde, será obrigatória a utilização de máscaras faciais por trabalhadores de saúde e para visitantes, pacientes e acompanhantes, para o ingresso e frequência, eventual ou permanente, nos recintos e instituições. O Secretário de Saúde Ivan Chebli informou em vídeo publicado nas redes sociais da Prefeitura que a decisão considerou os dados do monitoramento da situação epidemiológica da pandemia da Covid-19 no Município.



Em repartições públicas, comércios, bancos, elevadores, academias, táxi, carros por aplicativo, ônibus, escolas, creches, cinemas, teatros, igrejas e demais ambientes da iniciativa privada, o uso da máscara facial é facultativo. No entanto, Ivan Chebli destacou que é recomendada a utilização em ambientes onde haja aglomeração de pessoas.

Segundo o boletim desta quinta, com dados até dia 7 de dezembro, a cidade registrou 156.929 casos suspeitos; 75.728 confirmados. Foram 2.342 óbitos confirmados e sem mortes registradas entre quarta, 7 e quinta, 8 de dezembro.


Neste sábado, haverá vacinação no Centro de Vigilância em Saúde, na Av. Dos Andradas, 523, no Centro, de 8h às 13h. Confira quem pode comparecer ao atendimento no site da Prefeitura.


Nível de transmissão elevado, aponta Boletim da Plataforma JF Salvando Todos


De acordo com a 68ª edição do Boletim Informativo da Plataforma JF Salvando Todos, a cidade já registra impactos da nova onda da pandemia, causada pelos efeitos da circulação no país da sublinhagem BQ.1 da subvariante BA.5 da variante Ômicron.


O nível de transmissão continua elevado em Juiz de Fora, com o resgistro de 57,66 casos por 100 mil habitantes. Significa aumento de 189,57% na média móvel do número de casos, que evoluiu de 16,43, em 21 de novembro, para 47,57, em 3 de dezembro. No período dos 14 dias anteriores, o aumento foi de 683,33%.


O Boletim da Plataforma JF Salvando Todos indica que a a taxa de letalidade segue em queda: era de 3,11% em 3 de dezembro, de 3,14% em 20 de novembro, e de 3,12% em 27 de novembro.


No entanto, a equipe do JF Salvando Todos alerta que os números oficiais podem estar abaixo da realidade porque foram realizados poucos testes. Os especialistas alertam sobre a necessidade de avançar com a vacinação das doses de reforço, preferencialmente, com as vacinas de segunda geração, além da imunização de crianças e adolescentes.


A recomendação dos responsáveis pela plataforma é o retorno da obrigatoriedade do uso das máscaras no transporte público e em outros locais onde há muita aglomeração de pessoas, mesmo que por tempo limitado até que o número de casos comece a reduzir.

9 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page