top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Corrida da Fogueira 2023: mais de 2 mil inscritos são esperados na 74ª edição em Juiz de Fora

Por Roberta Oliveira


Neste sábado, 22, Juiz de Fora vai parar para ver os atletas passarem pela Avenida Rio Branco na 74ª Corrida da Fogueira. Após o período de pandemia, a prova recupera uma tradição e retorna ao mês de julho. Foram 2.535 inscrições, sendo 2.395 na categoria adulta e 140 inscrições na kids.


A Praça do Bom Pastor vai sediar a Fogueirinha a partir das 16h. Mais tarde, às 19h, será a largada da prova adulta. Os atletas vão percorrer 7km de corrida e 3,5 km de caminhada para todas as categorias.


Por causa da prova, haverá interdição e mudança no trânsito ao longo do percurso da prova, entre os bairros Bom Pastor e Manoel Honório. Confira abaixo as alterações.


O kit de participação será entregue no 2º Piso do Santa Cruz Shopping, na Rua Jarbas de Lery Santos, 1655, no Centro, na sexta, 21, de 10h às 17h, e no dia 22, de 10h às 14h. A entrega de chips será realizada das 17h30 às 18h45 de sábado.


Mantendo acesa a tradição da Corrida da Fogueira

O Supervisor de Esporte de Participação e Rendimento, Jarbas Duque, destaca a expectativa da Secretaria de Esportes e Lazer para a edição 2023.



A corrida surgiu numa festa junina e foi realizada pela primeira vez em 23 de junho de 1942. Em seis anos, não foi realizada. Jarbas Duque reforça a importância e a relevância da Corrida da Fogueira no contexto esportivo regional, estadual e nacional.


O Supervisor de Esporte de Participação e Rendimento, Jarbas Duque convida a população a prestigiar o evento e apoiar os inscritos na Corrida da Fogueira 2023.


História da Corrida da Fogueira*


A Corrida da Fogueira começou em uma festa junina, na década de 1940. Vicente Ferreira dos Santos teve a ideia de promover uma corrida de rua, reunindo alguns amigos, para divulgar a festa junina no Bairro Mariano Procópio.


Em 23 de junho de 1942, 47 atletas ouviram o sinal da largada da “1ª Corrida da Fogueira”, que desde o início teve o percurso de 7 Km.


O vencedor da primeira edição foi Pedro Marciano da Silva, atleta do Mangueira Futebol Clube, de São João Nepomuceno, com o tempo de 23m58s. Após a premiação, ele teve a honra de acender a fogueira da festa - gesto que foi mantido por décadas.


Na década de 1940, poucas provas de rua eram realizadas no país. A Corrida da Fogueira se tornou a maior prova de Minas Gerais e escreveu uma contribuição decisiva para o crescimento do esporte no Brasil.


Na década de 1970, a prova recebeu incentivo dos setores ligados ao desenvolvimento do esporte brasileiro, inclusive do Conselho Nacional do Desporto (CND). Em 1976, as mulheres começaram a participar do evento e a primeira campeã foi a atleta Sandra Paula Ferreira.


A corrida só não foi realizada em 1964, devido ao Golpe Militar, e entre os anos de 1980 e 1983, quando o Sport Club Mariano Procópio perdeu as condições para realizar o evento.


A partir de 1984, após intensas negociações, passou a ser promovida pelo Departamento de Esportes da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Juiz de Fora.



Nas décadas de 80 e 90, ficaram para a história os duelos entre Joel Elídio de Faria, José da Conceição e Hélio Oliveira. Outros nomes que também participaram da prova foram Viviany Anderson de Oliveira, Geraldo Francisco de Assis, João da Mata e Ronaldo da Costa.


*Fonte: SEL


Mudanças no trânsito


A partir de 18h30 deste sábado, 22, os cruzamentos da Avenida Rio Branco, após a Rua Salgado Filho, no Bom Pastor, até a Rua Agassis, no Mariano Procópio ficam fechados para a passagem dos competidores da 74ª Corrida da Fogueira, promovido pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), na pista de ônibus da via.


A largada será na praça do bairro Bom Pastor, e o percurso total é de sete quilômetros. Por isso, a Avenida Dr. José Procópio Teixeira, na pista sentido Centro/bairro, entre as ruas Dr. João Penido Filho, que terá a mão invertida, e José Mário Vilella, será totalmente interditada a partir das 8h de sexta-feira, 21, também com proibição para estacionamento de veículos no trecho, para a montagem da estrutura da prova.


O desvio no sentido para o Centro de todo o transporte coletivo e dos veículos que seguem dos bairros Alto dos Passos, pela Rua Belmiro Braga, e os oriundos do bairro Boa Vista, pela Rio Branco, será feito pela Rua Salgado Filho, Rua Márcio Pinto, praça da igreja do bairro e Av. Procópio Teixeira no sentido Centro, até a pista lateral da Avenida Rio Branco.


A orientação da Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU) é que os motoristas evitem ao máximo transitar no local entre 17h e 22h e utilizem rotas alternativas para não ficarem por longos períodos retidos no trânsito.


Os ônibus urbanos, ou de transporte interestaduais, que transitam pela Rua Dr. Romualdo e Avenida Itamar Franco vão ter que aguardar a passagem dos competidores para seguirem viagem, devendo os usuários considerarem atrasos no quadro de horários.


Os agentes de transporte e trânsito da SMU vão monitorar todo o percurso da Corrida da Fogueira, mas, retenções extremamente longas no trânsito serão inevitáveis em toda a região central da cidade e na Zona Sul.


Na pista central da Avenida Rio Branco, o tráfego de ônibus será proibido após às 18h de sábado, até o término da prova.


Os ônibus que normalmente utilizam este trajeto vão circular pela pista lateral, fazendo breves paradas para embarque e desembarque de passageiros, paralelamente aos pontos existentes.

4 visualizações0 comentário
bottom of page