top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Conheça a história e o significado do Ícone da Mãe do Perpétuo Socorro

*Por Danielle Quinelato

*Foto: Facebook da Paróquia Nossa Senhora da Glória - Juiz de Fora


Nesta terça-feira, 27 de junho, a Igreja celebra Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Esta devoção começou a ser propagada a partir de 1870 e espalhou-se por todo o mundo. Trata-se de uma pintura do século XIII, de estilo bizantino.


O Padre Nelson Antonio Linhares de Souza, C.Ss.R., Superior Provincial dos Redentoristas RJ-MG-ES, conta que a história do Ícone tem origem na pequena ilha de Creta, na Grécia, e é cheia de mistérios.


Segundo Padre Nelson, em uma invasão, a Igreja de São Mateus foi destruída. Os Agostinianos que guardavam a Obra, levaram-na para um lugar oculto, onde permaneceu esquecida por 30 anos.


O Superior Redentorista continua, ressaltando como a história do Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se entrelaça com a Congregação Redentorista.


Padre Nelson destaca que o Papa Pio IX entregou o quadro à veneração na igreja dirigida pelos Missionários Redentoristas.


O Superior da Província Rio explica os principais símbolos presentes no Ícone e os seus significados.


Padre Nelson continua, destacando o conforto que Maria representa ao Menino Jesus.


O sacerdote redentorista também explica um dado curioso presente no Ícone.


Na cidade de Juiz de Fora, há duas paróquias dedicadas à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Na Matriz do Bairro Monte Castelo, nesta terça-feira (27) ainda haverá celebrações às 15h e às 19h, enquanto na comunidade do Jardim Esperança, a Missa será às 19h30, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira.

82 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page