top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Clodesmidt Riani, político e sindicalista, morre aos 103 anos

Por Rádio Catedral

Sinval Bambirra, Dazinho e Clodesmidt Riani (direita): deputados cassados durante governo militar Foto ALMG/Divulgação

Morreu aos 103 anos Clodesmidt Riani, político e sindicalista radicado em Juiz de Fora. A Prefeitura decretou luto oficial de três dias. O velório no Parque da Saudade é aberto ao público. O sepultamento será hoje, às 16h30.


Conforme relato de familiares à imprensa, estava internado desde março, por causa de uma pneumonia, mas teve complicações e não resistiu.


Morreu nesta quarta-feira, 4 de abril, data em que completava 60 anos da prisão pelos militares.


Mineiro de Rio Casca, veio para Juiz de Fora na década de 1940, ainda adolescente com os pais e os irmãos. Entrou na luta sindical no município e se destacou, alcançando relevância estadual e nacional.


Em 4 de abril de 1964, após o início do governo militar, se apresentou ao Batalhão do Exército e foi preso – foi considerado subversivo. Era deputado estadual e perdeu o mandato. Foi solto em 1971.


Após a anistia, retomou as atividades políticas e sindicais. É uma referência na luta pelos direitos dos trabalhadores. Recebeu vários prêmios, entre eles o Premio Nacional dos Direitos Humanos e é doutor honoris causa da UFJF. Aos 99 anos, enfrentou e superou a covid-19.


Prefeitura, Câmara Municipal, UFJF, políticos e sindicatos divulgaram notas de pesar.

196 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page