top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Chuva em Juiz de Fora: PJF, Bombeiros e Cemig atendem ocorrências em diferentes bairros

Por Rádio Catedral

Queda de árvores também mobilizou equipes do Bombeiros em Juiz de Fora Foto: 4º BBM

A forte pancada de chuva que caiu durante uma hora na tarde desta última quinta-feira (16) com ventos de 69 km/h causou destelhamentos e quedas de árvores em diferentes regiões de Juiz de Fora.


Equipes da Defesa Civil, Empav, Demlurb, Bombeiros e Cemig se mobilizaram no atendimento às ocorrências em diferentes bairros.


Prefeitura

O maior volume de chuva foi no pluviômetro do Bairro Santa Efigênia, com 33,58 mm em 1h. À noite, a Prefeita Margarida Salomão divulgou em rede social que foram 19 casos de quedas de árvore, com 17 resolvidos pela Empav e dois que aguardavam a ação da Cemig, porque a fiação elétrica foi atingida.


Ela também relatou que houve casos de destelhamento com famílias assistidas pela Defesa Civil. E que o Demlurb fez a limpeza das ruas atingidas nos bairros.


Sobre os destelhamentos citados pela Prefeita, o balanço divulgado pela Defesa Civil indicava quatro destelhamentos totais no Santa Luzia, dois no Santa Rita e um no Bairu e ; destelhamentos parciais no Ipiranga, Borboleta, Bairu, Santa Rita


Além disso, houve ameaça de escorregamento de talude no Jardim de Alá; desabamento de muro de divisa no Vila Ideal e quedas de árvores no Jardim Natal, Santa Cecília, na Rua Cirene Alves da Silva, no Arco Íris; no Santa Rita. Até a manhã desta sexta (16), foram 16 relacionadas à chuva.


Equipes da Empav liberando rua após a chuva desta quinta (16) Foto: PJF/Divulgação

Bombeiros


No balanço preliminar, os Bombeiros informaram que atenderam queda de árvores em ruas e residências dos bairros Aeroporto, São Pedro, Santa Cecília, Sagrado Coração e Jardim Natal. Não houve feridos nas ocorrências.


Confira o detalhamento divulgado pelos Bombeiros:


  • Estrada União e Indústria, árvore caída na via pública – encerrada

  • Rua Planalto, Progresso, árvore caída na via pública – encerrada

  • Rua Professor Virgílio Pereira da Silva, Vina Del mar, árvore caída na via pública – encerrada

  • Rua Iolanda Braga Manolo, Residencial Renascença, árvore caída sobre muro de residência - encerrada

  • Rua Maria Amélia, Santa Cecília, árvore caída na via pública – encerrada

  • Rua Doutor Thier Cerutti, Bom Clima, árvore caída na via pública – encerrada

  • Rua Mario Pereira de Lima, Santa Cecília, árvore caída sobre telhado de residência – em andamento

  • Rua Antonio Carlos da Silva, Jardim Natal, árvore caída sobre telhado de residência – em andamento

  • Rua Eugenio do Nascimento, Aeroporto, árvore caída sobre telhado de imóvel comercial – em andamento

  • Rua Maria da Conceição Atalaia, Graminha, árvore caída na via pública – em andamento

  • Rua Sebastião Cícero Aragão, Bairu, árvore caída sobre telhado de residência – em andamento.

  • Rua Antonio celeste, Centenário, árvore caída em quintal de residência - em andamento.

  • Rua Cirene Alves da Silva, Arco Iris, árvore caída na via pública – em andamento

  • Rua Licinio pereira Cortes, Ipiranga, Arvore parcialmente quebrada com risco de queda - em andamento.

  • Rua Isabel Defeo Zanini – Vina Del Mar – arvore caída sobre muro, em andamento.

  • Rua engenheiro Jose Marcio Pascoalino - Arvore parcialmente quebrada com risco de queda - em andamento.

  • Estrada Joasal – Usina quatro - árvore caída sobre telhado de residência – em andamento.

  • Rua Izaltino Xavier ribeiro, Santa Efigênia, Queda de estrutura metálica sobre rede elétrica – em andamento Sem fotos do local, sem registro de vítimas.

Segundo os bombeiros, estas foram ocorrências onde houve empenho da corporação. Nas ocorrências em andamento, equipes do Corpo de Bombeiros estão no local, ou estiveram no local e realizaram a avaliação de risco e um primeiro atendimento, e estão aguardando disponibilidade de equipes para continuar o atendimento.


Cemig


A Cemig informa que a chuva forte provocou interrupções de energia em alguns pontos da cidade. Com ventos de 70km/h, objetos, telhas e galhos de árvores foram arremessados contra os fios da rede elétrica causando o desligamento do sistema elétrico em algumas localidades. Mais de 100 técnicos foram mobilizados para o restabelecimento da energia no menor tempo possível para os clientes afetados.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page