• Radio Catedral

CF 2020 na Arquidiocese de Juiz de Fora é apresentada em coletiva de imprensa

Por Fabíola Castro*

*Foto: Assessoria Arquidiocese Juiz de Fora

Na Arquidiocese de Juiz de Fora, a Campanha da Fraternidade (CF) 2020 foi apresentada na tarde da última sexta-feira (21), no prédio da Cúria Metropolitana, em coletiva de imprensa.


Atenderam os jornalistas para abordar o assunto, o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, o secretário executivo da Pastoral Arquidiocesana, Padre Everaldo José Sales Borges, o vigário episcopal para o Mundo da Caridade, Padre Geraldo Dondici Vieira, e o vigário episcopal para Educação, Comunicação e Cultura, Padre Antônio Camilo de Paiva.


O tema da CF 2020 é “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34), extraído da Parábola do Bom Samaritano. O Objetivo Geral é “conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relação de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, nossa Casa Comum”.


Dom Gil explicou que o propósito da Campanha da Fraternidade 2020 é sensibilizar a todos para o cuidado com o irmão que sofre.

Para o Padre Everaldo o tema é de grande ajuda e incentivo para o trabalho de pastorais do campo da caridade.

Padre Camilo destacou o papel dos cristãos que também é destaque na temática da campanha.

Padre Geraldo Dondici ressaltou que a Campanha da Fraternidade é um convite de conversão que a Igreja faz a todos. O sacerdote falou ainda do trabalho do Vicariato para o Mundo da Caridade e seus diversos grupos.

Dom Gil lembrou também, na coletiva, de alguns trabalhos realizados na Arquidiocese em prol dos mais necessitados. Destacou o Instituto Padre João Emílio, que oferece ações no âmbito da Proteção Social Básica e atende ao território correspondente ao município de Juiz de Fora. A Fundação Maria Mãe - mantenedora da Obra dos Pequeninos de Jesus, que tem os objetivos permanentes de amparar, promover e recuperar adultos carentes desabrigados em Juiz de Fora. A Fazenda da Esperança, que é uma comunidade terapêutica que atua no processo de recuperação de pessoas que buscam a libertação de seus vícios, principalmente do álcool e das drogas. E a Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP), um movimento presente também nas cidades do interior, que realiza iniciativas destinadas a aliviar o sofrimento dos mais pobres.


Coleta da Solidariedade


No dia 5 de abril, domingo de Ramos, a Igreja no Brasil realiza a Coleta Nacional da Solidariedade, um gesto concreto, por meio do qual os fiéis demonstram seu comprometimento com a evangelização e promoção da dignidade dos pobres e oprimidos.


Do total arrecadado na Coleta da Solidariedade, 60% é utilizado para dar apoio a projetos sociais da própria Arquidiocese. Ela deve enviar os outros 40% ao Fundo Nacional de Solidariedade, gerido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O dinheiro é utilizado no fortalecimento da solidariedade entre as diferentes regiões do país, em projetos sociais aprovados pela entidade a cada ano e que desenvolvam ações afins com o tema da CF.


*Sonoras: Giovane Rezende

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .