• Radio Catedral

Celebração Eucarística marca início litúrgico do II Sínodo Arquidiocesano

Por Danielle Quinelato


A Catedral Metropolitana de Juiz de Fora sediou, na tarde desse domingo (27), uma Celebração Eucarística muito especial na história de nossa Igreja Particular. Durante Santa Missa presidida pelo arcebispo, Dom Gil Antônio Moreira, o II Sínodo Arquidiocesano foi aberto liturgicamente, depois de dez anos da realização do primeiro.


Em entrevista, o pastor explicou que a celebração marcou, também, o encerramento do Mês Missionário Extraordinário e do Sínodo para a Amazônia.

Durante a missa solene, que contou com a presença de dezenas de padres, diáconos permanentes e seminaristas, 28 candidatos ao Diaconato foram admitidos às ordens sacras. Segundo Dom Gil, outra marca histórica a ser atingida pela Arquidiocese de Juiz de Fora.

O reitor do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio e diretor da Escola Diaconal Santo Estevão, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, falou sobre essa etapa da caminhada vocacional de rapazes e senhores rumo à consagração definitiva.

Após a admissão às ordens, os três candidatos ao Diaconato Transitório precisam terminar o curso de Teologia, com a apresentação do TCC. Em novembro, vão participar de um retiro espiritual e vão ter uma conversa individual com Dom Gil. É o que explica o seminarista João Carlos Ventura de Oliveira.

Durante a Celebração deste domingo, Dom Gil declarou oficialmente aberto o II Sínodo Arquidiocesano. Foram apresentados aos fiéis o hino, a oração e a logomarca da iniciativa pastoral, cujo início dos trabalhos está previsto para o dia 8 de dezembro.


Também foi lido o decreto de convocação do Sínodo e a proposta dos missionários sinodais, que vão representar paróquias, pastorais, movimentos e grupos de nossa Igreja Particular e vão ter a responsabilidade de realizar as visitas e escutar as demandas das mais diversas realidades da Arquidiocese.


O grupo de missionários sinodais vai ser composto por: um representante de cada paróquia; três representantes de cada vicariato; três integrantes da Pastoral Juvenil, três do Conselho Missionário Diocesano (Comidi); três representantes das novas comunidades; um do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio; um diácono permanente; e dois religiosos da CRB, Conferência dos Religiosos do Brasil em nossa Arquidiocese.


O secretário do II Sínodo, Padre Vanderlei Santos de Sousa, explica o que vai acontecer a partir da sua abertura litúrgica.

O lema do II Sínodo será “Proclamai o evangelho pelas ruas e sobre os telhados” (cf. Mt 10,27). De acordo com Padre Vanderlei, é uma demonstração da intenção da Arquidiocese de Juiz de Fora em dialogar com todas as realidades de seu território, em prol da evangelização.

A abertura dos trabalhos do II Sínodo está marcada para o dia 7 de dezembro, em missa solene na Catedral, às 14h30. Na ocasião, além do envio dos missionários sinodais, os candidatos ao diaconato permanente e transitório vão ser ordenados.


Para o próximo ano, já estão previstas quatro sessões sinodais. Os encontros estão marcados para os dias 8 de fevereiro, 7 de março, 9 de maio e 20 de junho. Essas serão reuniões de estudo, espiritualidade e avaliação da caminhada da Igreja Particular de Juiz de Fora.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .