Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .

  • Radio Catedral

Câmara aprova representação pedindo prorrogação do prazo para recadastramento da biometria

Por Giovane Rezende*

Foto: Divulgação/CMJF

A Câmara Municipal de Juiz de Fora aprovou uma representação ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Desembargador Rogério Medeiros Garcia de Lima, ao Diretor do Foro Eleitoral, José Clemente Piedade de Almeida, além da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), solicitando que o prazo para o recadastramento biométrico seja prorrogado por mais 60 dias, até 20 de abril.


O prazo final para o recadastramento se encerra em 23 de fevereiro e cerca de 150 mil eleitores juizforanos ainda não efetivaram seu cadastro.


O texto é assinado pelos vereadores Juraci Scheffer e Wanderson Castelar, do PT; Pardal, Dr. Fiorilo e Nilton Militão, do PTC; , Ana do Pde Frederico e Kennedy Ribeiro, do MDB; André Mariano e Vagner de Oliveira, do PSC; Zé Márcio, do PV; Dr. Adriano Miranda, Sem Partido; João Coteca, do PR; e Sargento Mello Casal, do PTB.


Os vereadores salientam que o processo democrático por meio do sufrágio universal corre o risco de ficar bastante comprometido diante uma enorme ausência de parte do eleitorado na escolha de seus representantes locais que vai ocorrer em outubro deste ano, levando em conta que apenas 60% do eleitorado fez o cadastro.


Além de citar a necessidade de que as campanhas publicitárias sejam intensificadas para informar os eleitores da importância do cadastro, também foi sugerido pelos parlamentares que se verifique a disponibilidade de realizar o recadastramento da biometria de forma itinerante pelos bairros da cidade, como forma de facilitar para as pessoas que se encontram em dificuldade de se deslocar ao centro.


Segundo disseram os vereadores no texto, o objetivo é que todos os eleitores participem de forma efetiva e democrática do processo eleitoral na escolha de seus representantes por uma cidade cada vez melhor para o bem de todos, cuja presença é indispensável e necessária para a construção de uma sociedade mais justa, pacífica e igualitária.


Ainda na justificativa os vereadores solicitam uma resposta positiva e mais breve possível para que os cidadãos possam ter tempo hábil para realizarem o recadastramento em defesa da democracia e da participação popular por meio do voto livre e universal.


*Informações da Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal