• Radio Catedral

Arquidiocese de Juiz de Fora realiza “Missão Solidariedade Brumadinho”

Por Fabíola Castro


O primeiro mês do ano de 2019 foi marcado em Minas Gerais pela tristeza da tragédia do rompimento de mais uma barragem de rejeitos de minério. Foi em 25 de janeiro, por volta do meio-dia, quando a barragem da Mina do Córrego do Feijão, pertencente à mineradora Vale, se rompeu em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Mais de 300 pessoas foram atingidas, 206 corpos já foram localizados. Os bombeiros ainda buscam por 102 pessoas desaparecidas.


Diante do acontecido, nos meses de março e abril, a Arquidiocese de Juiz de Fora envia sacerdotes para o município, cuja população ainda sofre com as consequências do rompimento da barragem. Além da devastação ambiental, são muitos os prejuízos materiais.


A iniciativa, “Missão Solidariedade Brumadinho”, enviará neste primeiro momento, quatro grupos de padres. O primeiro deles já viajou na manhã desta quarta-feira (20), e lá permanece até o dia 22 de março. A equipe missionária é composta pelo vigário geral da Arquidiocese, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, pelo vigário episcopal para o Mundo da Caridade, Padre José de Anchieta Moura Lima, e pelos padres Luiz Eduardo de Ávila e Felipe de Castro Costa.


Padre Anchieta comenta sobre essa ação solidária e missionária.

A ida do segundo grupo, que contará com a presença do arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, está prevista para 29 de março. Com ele, estarão o vigário episcopal para Educação, Comunicação e Cultura, Padre Antônio Camilo de Paiva, e o diácono permanente Clesson Francisco Millen, que é psiquiatra.


Já os padres Erélis Camilo Resende de Paiva, Emerson de Assis Braz e Fernando Augusto Martins da Silva irão à Brumadinho de 31 de março a 2 de abril. Ainda os padres Welington Nascimento de Souza e Wesley Carvalho Neves participarão da missão entre os dias 1º e 3 do próximo mês.


Esta missão tem o objetivo principal de prestar auxílio espiritual aos moradores de Brumadinho. Muitos perderam familiares, amigos e conhecidos na tragédia, e alguns não puderam ainda sequer sepultá-los.


O Arcebispo, Dom Gil, ressalta a importância de nesse momento de dor, de perdas, muitas vezes de desespero, levar a Palavra de Deus.

Todos os padres da Igreja Particular de Juiz de Fora, assim como o diácono, estarão à disposição para visitas e celebrações na cidade, nos bairros e na zona rural. Além das palavras de consolo, os religiosos levarão cartões com a “Bênção da Casa” para oferecer às famílias.


As visitas serão organizadas pelos padres Renê Lopes e Thiago Augusto da Costa Silva Lopes, pároco e vigário paroquial, respectivamente, da Paróquia São Sebastião, em Brumadinho.

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .