top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Após contratar empresas substitutas, PJF garante emprego dos terceirizados da área da Educação

Por Rádio Catedral


A Prefeitura de Juiz de Fora anunciou, nesta última quarta-feira, 27, a garantia de manutenção do contrato dos cerca de 750 funcionários terceirizados da Secretaria Municipal de Educação, após cancelamento do contrato com a prestadora de serviços.


Para isso, houve a contratação emergencial de duas empresas para substituir a Especialy, com quem o Executivo rompeu o contrato nesta semana. Neste processo, serão gastos mais de R$ 13 milhões com as duas novas prestadoras do serviço, segundo publicações do Atos do Governo.


A Rádio Catedral entrou em contato com a Especialy e aguarda retorno.


Rompimento de contrato com a Especialy


Na terça-feira, 26, foi publicada a decisão administrativa da rescisão dos contratos com a Especialy, empresa que era responsável por parte dos funcionários de serviços de conservação, limpeza e preparo de alimentos em escolas municipais por causa do cometimento de várias faltas contratuais.


A decisão foi tomada após a suspensão do contrato no início do mês, segundo a administração municipal, por infrações como atraso de salários. Inclusive, funcionários da empresa realizaram protesto por esses atrasos.


De acordo com a decisão publicada pela Prefeitura, o prazo para a empresa recorrer da decisão administrativa é de cinco dias úteis. Se não o fizer, o encerramento dos contratos deve ser sancionado pelo Executivo.

Contratação das empresas substitutas


Nesta quarta, 27, foram contratadas de forma direta e emergência a empresa RPL ENGENHARIA E SERVIÇOS LTDA para serviços gerais de conservação, manutenção e limpeza, com fornecimento de mão de obra e equipamentos e a empresa P.R.M. SERVIÇOS E MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA EIRELI para os serviços para o preparo de alimentos, c com fornecimento de mão de obra - cozinheiros e ajudantes de cozinha.


Em vídeo divulgado nas redes sociais, a Prefeita Margarida Salomão explicou a necessidade da medida e reiterou a garantia dos empregos dos terceirizados que eram vinculados à Especialy.




4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page