• Radio Catedral

Após ação da Polícia Civil, Canil Municipal de JF tem novo gestor

Por Fabíola Castro

*Foto: Reprodução vídeo da PJF.

Na noite da última terça-feira (25), por meio de um vídeo, postado nas redes sociais da Prefeitura de Juiz de Fora, a Prefeita Margarida Salomão, anunciou um novo gestor para o Canil Municipal, o protetor dos animais e presidente do Conselho Municipal de Proteção dos Animais (Compa), Átila de Jesus Souza. A antiga gerente do Canil, Rondônia Muniz, pediu exoneração do cargo em carta enviada à Prefeita, também com data desta terça-feira, 25 de janeiro.


Na manhã de terça, a Polícia Civil deflagrou ação no Canil Municipal de Juiz de para apurar denúncia de maus-tratos aos animais. Médicos veterinários também estiveram presentes para avaliação dos mesmos. Foi aberto inquérito para apurar os fatos e a investigação segue em andamento. A operação foi denominada “Patrulha Canina”.


No vídeo divulgado, a Prefeita Margarida Salomão fez o anúncio do novo gestor.

Também no vídeo, o protetor dos animais e novo nomeado para a gerência do Canil Municipal, Átila Souza, disse que tem um desafio pela frente e que precisa de uma equipe ou uma comissão que possa ajudar no trabalho a ser realizado.


Sobre a ação da Polícia Civil

Delegado da PCMG, Rafael Gomes - Foto: Reprodução vídeo enviado pela PC.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou ação, nesta terça-feira (25), no Canil Municipal de Juiz de Fora, na Zona Norte da cidade, visando apurar denúncia de maus-tratos a animais. Na ocasião, o responsável técnico que se encontrava no local também foi conduzido à delegacia, na condição de testemunha, para prestar esclarecimentos relacionados ao funcionamento do canil. A PC abriu inquérito para apurar os fatos e a investigação segue em andamento. A operação foi denominada “Patrulha Canina”. De acordo com informações do titular do Núcleo de Atendimento às Ocorrências de Maus-Tratos a Animais, delegado Rafael Gomes, a equipe da Polícia Civil compareceu ao local, acompanhada de médicos veterinários.

Ainda de acordo com o delegado responsável pela ação “de imediato, foi constatada superlotação nas baias, brigas entre os animais e falta de higiene. Além disso, a médica veterinária já constatou que animais doentes estavam em convívio com animais saudáveis, a ausência de medicamentos para os animais, estrutura inadequada, entre outros pontos”.


Segundo o delegado Rafael Gomes, a Polícia Civil também vai aguardar o laudo que será emitido pela médica veterinária em até 30 dias. Ele disse ainda que “durante a operação, a gestora, responsável pelo canil, não estava no local, fato esse que impossibilitou a sua prisão em flagrante. Diligências foram realizadas com o intuito de localizá-la, mas sem êxito. O delegado afirmou também que ela será intimada para ser ouvida na delegacia, nos próximos dias”, assim como outros funcionários também serão ouvidos na unidade policial.


Posição da PJF

Márcio Guerra - Secretário de Comunicação Pública da PJF.

Durante a tarde da terça-feira (25), a Prefeitura de Juiz de Fora divulgou um vídeo do Secretário de Comunicação Pública, Márcio Guerra, falando sobre o caso do Canil Municipal.





0 comentário