• Radio Catedral

Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para gestantes



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu nota técnica na noite desta segunda-feira (10), recomendando a suspensão imediata do uso da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz para mulheres gestantes.


A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde. A decisão é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra a Covid-19 em uso no país.


De acordo com a Agência de Vigilância, “o uso de vacinas em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”.


O imunizante começou recentemente a ser usado em gestantes e puérperas com comorbidades. Agora, só podem ser aplicadas nas grávidas a CoronaVac e a vacina da Pfizer (naqueles lugares que já receberam o imunizante).


Comunicado da Prefeitura de Juiz de Fora


"Seguindo a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), divulgada na noite desta segunda-feira, 10, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) suspendeu a aplicação dos imunizantes do tipo Oxford/Astrazeneca em grávidas e puérperas por tempo indeterminado".



*Com informações da Agência Brasil.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo