• Radio Catedral

Ampliada vacinação contra febre amarela para crianças de 4 anos



Desde a última sexta-feira (3), crianças com 4 anos de idade têm direito a receber uma dose de reforço da vacina contra febre amarela. A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juiz Fora (PJF) já adotou a medida, conforme orientação do Ministério da Saúde (MS). No município, a imunização está disponível nas 63 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), no Departamento de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (DSMCA) e na sala de vacinas do Posto de Atendimento Médico (PAM Marechal), localizada no terceiro andar do prédio.

Dessa forma, a criança tomará uma dose da vacina aos nove meses, conforme indicado no Programa Nacional de Imunização (PNI), e a dose de reforço aos quatro anos. A medida também está prevista para crianças que tenham recebido apenas uma dose até 2017, antes de completar 5 anos.

Em caso de dúvidas, o cidadão deve procurar a unidade de saúde mais próxima e buscar orientação de um profissional habilitado. A Secretaria de Saúde ressalta que essa medida é preventiva, não havendo necessidade de preocupação. Além disso, a população deve ter a caderneta de vacinação em dia, com todas as imunizações preconizadas pelo Ministério da Saúde, como principal forma de proteção contra diversas doenças.

Esquema Vacinal:

Crianças:

1ª dose: 9 meses

Dose de reforço: 4 anos

Indivíduos de 5 a 59 anos:

As pessoas que estão dentro dessa faixa etária e nunca foram vacinados ou não têm comprovante de vacinação devem tomar apenas uma dose da vacina.

Indivíduos com idade entre 5 e 59 com comprovação de uma dose da vacina no cartão vacinal podem se considerar imunizados.

Indivíduos com mais de 60 anos:

O serviço de saúde avaliará a necessidade ou não da imunização de pessoas com 60 anos ou mais que nunca foram vacinadas ou não possuem comprovante de vacinação.

Contraindicações da vacina:

A aplicação é contraindicada para gestantes e mulheres que estão amamentando bebês de até seis meses, porém, em casos de impossibilidade de adiamento, em função de surtos, epidemias ou viagem para área de risco, a situação deve ser avaliada. A ocorrência de outras situações e doenças também deve ser avaliada.

*Fonte: www.pjf.mg.gov.br

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .