• Radio Catedral

Ainda há vagas para participar do projeto 'Linhas de Afeto e Trajeto' em Juiz de Fora

Por Roberta Oliveira

Projeto oferece visitas mediadas ao Museu Ferroviário em Juiz de Fora Foto: Gil Velloso/Prefeitura de Juiz de Fora.


As escolas das redes municipal e estadual de ensino podem se inscrever no projeto “Linhas de Afeto e Trajeto”. A proposta é incentivar os participantes a desenvolverem uma nova relação com o Museu Ferroviário de Juiz de Fora.

A expectativa é atender cerca de 600 pessoas, entre estudantes dos 4º e 5º anos, professores e monitores, além de pessoas com deficiência visual da Associação de Cegos de Juiz de Fora. A responsável pelo projeto, a arte educadora Gabriela Alves, explica como os responsáveis pelas escolas podem inscrever as turmas para participar.


Os passeios terão duração média de uma hora e meia, sendo que a capacidade de cada grupo é de 46 pessoas. A responsável comenta como o projeto será executado, facilitando o acesso dos estudantes a uma visita mediada ao Museu Ferroviário.


A arte educadora Gabriela Alves fala sobre o objetivo do projeto para despertar novas formas de aprender e de se relacionar com o Museu Ferroviário.


Ainda há vagas para as visitações no turno da manhã no dia 24 de maio, para os dois turnos no dia 31 de maio e 7 de junho e para a visitação à tarde no dia 8 de junho. O projeto "Linhas de Afeto e Trajeto" foi um dos contemplados com recursos no Edital Murilão do Programa Cultural Murilo Mendes, que é mantido pela Fundação Cultural Alfredo Ferreira lage (Funalfa).

0 comentário