• Radio Catedral

50 anos ensinando: Professora Juju hoje é voluntária no Colégio Católico Comunidade Resgate

Por Fabíola Castro*



Juliana Aparecida de Oliveira Silva, a Professora Juju, como é carinhosamente chamada, começou a dar aulas em casa, com apenas dez anos de idade. Nascida em 7 de outubro de 1948, filha de pai pedreiro e de mãe que ganhava a vida lavando roupa para fora, sempre teve uma vida simples e com dificuldade foi vencendo os obstáculos com esforço, fé e muita criatividade. Casada com o Zé, que também sempre trabalhou em escolas, teve dois filhos, Julimar e Jucélio, e hoje é avó de cinco netos. Ela então, cursou o Magistério e formou-se em Letras e durante 50 anos dedicou-se ao ensino, como professora firme e carinhosa, exigente e bondosa. Juliana conta desse início do amor por ensinar.

A Professora trabalhou em várias instituições de ensino municipais e sempre buscava na criatividade novas formas de ensinar.

Foram anos muito felizes como destaca a professora Juju. Ela fala do projeto “Ler, sem perceber”, que ela criou e que utilizava jornais para os alunos lerem, já que havia pouco dinheiro para a compra de livros.

Professora Juju começou então o serviço de voluntariado na Comunidade Resgate. Hoje, aos 72 anos de idade e com larga experiência, é professora voluntária no Colégio Católico Comunidade Resgate, onde educa crianças do 3º ano do Ensino Fundamental.

Em 2020, o desafio para a professora, que sequer utilizava o celular, foi aprender a dar aulas pela internet, no Google Meet, gravar vídeos e postar as aulas no ambiente virtual.

A Professora Juliana conta ainda que participou da formação de dois sacerdotes da Igreja Católica.

Mesmo com as dificuldades, uma coisa nunca faltou para a Professora Juliana Aparecida de Oliveira Silva: o amor aos alunos e à profissão de ensinar.

Uma história linda e inspiradora a da Professora Juju, de amor e dedicação ao próximo, de transmissão de conhecimento que transforma vidas.



*Com informações de: Daniel Ribeiro

Diretor do Colégio Católico Comunidade Resgate

0 comentário