• Radio Catedral

16 de julho: Igreja celebra Mãe do Escapulário, Nossa Senhora do Carmo

Por Fabíola Castro

*Foto: Facebook Catedral JF

Nesta terça-feira, 16 de julho, a Igreja celebra Nossa Senhora do Carmo. Esta devoção está ligada ao Monte Carmelo, local onde o profeta Elias tinha muitas de suas visões.


No ano 93 depois de Cristo, monges construíram sobre o Carmo, abreviatura de Carmelo, uma capela em louvor à Virgem Maria. O local permaneceu ao longo dos tempos como residência e ponto de peregrinação de monges e religiosos.


Alguns eremitas franceses, dirigidos por São Bertoldo acabaram fundando a Ordem de Nossa Senhora do Carmo. Foi assim que surgiu a Ordem dos Carmelitas, que tem a Virgem do Carmo e o profeta Elias, como seus patronos.


A Ordem dos Carmelitas se expandiu para a Europa, inclusive na Inglaterra. Nesta época, a Ordem sofria muitas perseguições, internas e externas. Foi quando, Simão Stock, superior da Ordem, pediu a ajuda de Maria. A Virgem do Carmo, cercada de anjos, teria então aparecido à sua frente, dando seu apoio e entregando-lhe o Escapulário do Carmo, como símbolo de sua união com os monges, prometendo salvação e vida eterna a todos que o usassem. Era o dia 16 de julho de 1251 e a aparição se deu em Cambridge, na Inglaterra.


O grande crescimento da Ordem se deu graças à instituição do Escapulário de Nossa Senhora do Carmo, cujo uso se popularizou, em todo o mundo católico, pela fé e devoção à Maria Santíssima que conduz ao Cristo Jesus. O Papa Pio XII recomendou a devoção ao escapulário, símbolo da proteção da Mãe de Deus.


O Papa Francisco, com um tuíte publicado neste terça, recordou a festa litúrgica de Nossa Senhora do Carmo, mãe da Ordem Carmelita: “Hoje, festa de Nossa Senhora do Carmo, contemplamos Nossa Senhora que está ao lado da Cruz de Cristo. Esse é também o lugar da Igreja: perto de Cristo”, escreveu o Santo Padre.


O Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, fala sobre a veneração a este título de Maria.

Esta devoção está muito ligada ao uso do escapulário como comenta Dom Gil.

Dom Gil explica ainda que o escapulário de Nossa Senhora do Carmo é conhecido também como bentinho.

Em Juiz de Fora, comunidades dedicadas a Nossa Senhora do Carmo prepararam programações especiais para homenageá-la.


O Sodalício da Ordem Terceira do Carmo da Catedral Metropolitana, depois de celebrar a novena, realizou na manhã desta terça-feira (16), a Santa Missa festiva, seguida de procissão até o salão paroquial.


No Colégio Nossa Senhora do Carmo, no Bairro Santa Helena, a Missa festiva foi realizada às 10h, no Anfiteatro Irmã Clotilde, presidida pelo Arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira.


Na Capela Nossa Senhora do Carmo, pertencente à Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, as celebrações também começaram logo cedo e ainda haverá às 15h, o Terço da Misericórdia. Logo após, adoração ao Santíssimo até às 19h, quando será celebrada a Santa Missa com a bênção do Santíssimo e dos escapulários ao final da celebração. Como gesto concreto serão arrecadados produtos de limpeza e leite para serem doados à Casa Bethânia. A Capela fica na Rua Antônio Bernardo, 259 – Bairro Jardim Natal.


Na Capela Nossa Senhora do Carmo, pertencente à Paróquia São Pio X, nesta terça às 19h30, será realizada procissão saindo da Capela Nossa Senhora do Sagrado Coração (Bairro Sagrado Coração) em direção à capela Nossa Senhora do Carmo, onde será celebrada a Santa Missa festiva. A Capela fica na Rua Marciano Pinto, 1996 – Bairro Granjas Apollo.


Também no interior da Arquidiocese há programações festivas em honra de Nossa Senhora do Carmo, como na Ermida São José e Santa Terezinha em Santos Dumont (MG) e em Comunidade da cidade de Belmiro Braga (MG).


Clique aqui e confira as programações completas.



*Com informações de: a12.com/santododia

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .